IMPRESSORAS MICROPIEZO

1. O QUE É QUE DEFINE UMA IMPRESSORA MICROPIEZO?

Uma impressora digital é definida como micropiezo quando suas cabeças de impressão permitem gerar goticulas de tinta com tamanho igual ou inferior a 15 picolitros (pl). As cabeças podem gerar goticulas de tamanho variável (caso da Epson) ou de tamanho fixo (Konica Minolta).

2. INSTALAÇÃO DA IMPRESSORA MICROPIEZO

A impressora deve ser instalada numa superfície plana e nivelada para evitar estresse mecânico (torsão), especialmente no caso de impressoras com largura maior que 160cm.
Mantenha condições ambientais estáveis de temperatura e umidade relativa; em especial evite instalar o equipamento em lugares com pó.
Deixe espaço livre suficiente ao redor da impressora para permitir o manuseio de rolos de mídia e da tinta e para fazer a manutenção diária.

3. TEMPERATURA DE SECAGEM

O preaquecedor, quando disponível, deve ser regulado a uma temperatura 5°C mais alta do que o secador.
A temperatura do secador deve estar entre 35 e 45°C; temperaturas mais altas podem ressecar a tinta dentro das cabeças e causar entupimento.
Caso a tinta sangrar ou borrar na mídia aumente a temperatura em incrementos de 2°C ou reduza o limite de tinta no RIP.
A mídia impressa tem que estar seca ao toque após percorrer uma distancia de até 30 cm.

4. ALTURA DAS CABEÇAS DE IMPRESSÃO

A distancia entre as cabeças e a mídia pode afetar a qualidade da impressão. Uma distancia menor propiciará uma qualidade melhor porque aumenta a nitidez dos pontos.
Mídias com rugas ou ondas causadas por tensionamento desigual, excesso de calor ou umidade podem danificar as cabeças ao rasparem elas.
O uso de mídia ondulada causará problemas como manchas na impressão devido a diferenças na altura das cabeças, imagens borradas, etc. A planicidade da mídia é o primeiro requisito para uma impressão de boa qualidade.

5. MANUTENÇÃO DIÁRIA

Um bom programa de manutenção diária é a sua garantia de um equipamento que vai funcionar sem problemas. É de suma importância verificar e limpar os seguintes itens antes de desligar o equipamento:

6. ESTAÇÃO DE SELAGEM (CAP STATION)

As tintas base solvente foram formuladas para secar rapidamente e as estações de selagem foram projetadas para vedar a face da cabeça de impressão impedindo a tinta de secar nos jatos enquanto a máquina não estiver imprimindo.
Jatos com deflexão jogam as gotas de tinta para as bordas aonde elas começam a secar e acumular ao ponto de impedir uma boa vedação. Quando isto acontece o ar se infiltra na estação e seca a tinta dentro dos jatos entupindo-os após algumas horas. O acumulo de tinta impede também as bombas de sucção de tinta de funcionar corretamente; acabam sugando ar em vez de tinta através das cabeças. Espumas deformadas ou levantadas podem danificar a cabeça ou impedir uma boa vedação. Certifique-se de que as espumas estão planas e uniforme.

 

7. CHAPA FRONTAL DAS CABEÇAS

Certifique-se de que não tem tinta seca ou gelificada ao redor das bordas que possa impedir a vedação da estação de selagem. Use cotonetes de espuma embebidos de solvente para remover qualquer resíduo de tinta; limpe os cotonetes com freqüência para não espalhar a tinta e entupir os jatos.
Chapa frontal com tinta gelificada nas bordas

 

8. WIPERS

O wiper é uma peça essencial do processo de limpeza; antes, durante e depois dos ciclos de limpeza (ou purgas) as chapas frontais das cabeças são limpas pela lamina de borracha que raspa o excesso de tinta.
Os wipers tem que ter uma borda lisa, sem rebarbas ou vincos e reta para funcionarem corretamente e isto requer que eles sejam limpos duas vezes ao dia (no mínimo). Use wipers a prova de solvente e troque-os freqüentemente.

 

9. DAMPERS

Os dampers mantêm a estabilidade no sistema da tinta e permitem que o ar no sistema seja evacuado. São encaixados no pino superior da cabeça e tem um oring interno que ajuda na vedação, mantendo uma pressão constante sobre a cabeça. Servem também como um filtro aumentando a durabilidade da cabeça de impressão; os dampers de tela grande permitem uma vazão maior da tinta e duram mais que os dampers comuns por terem uma maior área de filtragem. São os mais recomendados para impressoras solvente.


Damper convencional

Damper de tela grande

Ao inicializar a impressora na manhã, você deve se certificar de que todos os componentes estão em ordem. Se a impressora for desligada e limpa corretamente o dia antes, a inicialização levará somente alguns minutos. Verifique o estado das cabeças imprimindo um test print; faça um clean caso algum jato estiver falhando. Verifique os níveis da tinta nos reservatórios, a temperatura da sala e a umidade relativa antes de iniciar a impressão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: